Implantação do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária – SUASA

 

 

Visando informar a população epitaciana a respeito da instalação da sub-sede do Suasa no município, a prefeitura de Epitácio esteve recentemente buscando informações junto ao Consórcio Intermunicipal do Oeste Paulista – CIOP. 
Conforme dados do diretor Executivo do Consórcio Intermunicipal do Oeste Paulista – CIOP, Carlos Augusto Vreche, já foram realizados os estudos iniciais para viabilizar a estruturação e implantação de serviços públicos do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária - SUASA a serem prestados pelo Consórcio Intermunicipal do Oeste Paulista – CIOP. Ele informou que o SUASA tem como objetivo principal atender as agroindústrias visando em curto prazo à inserção desse segmento aos mercados institucionais, bem como garantir a distribuição dos produtos oriundos da agricultura familiar com qualidade, gerando empregos, garantindo renda e a valorização de atitudes e decisões das Unidades de Produção que contemplam o estilo de organização, resultando na melhoria da qualidade de vida, facilitando ainda, a segurança alimentar, tanto da população urbana, quanto da rural.

Vreche explicou que há todo um procedimento burocrático a ser seguido para eventual implantação administrativa que dará o suporte ao SUASA. “Em razão das alterações havidas na Lei do Serviço de Inspeção Municipal – SIM, os municípios devem ainda fazer alterações nas Leis Municipais que regulam o assunto, de modo a se adequarem à legislação Federal”, disse o diretor.

Vreche esclarece que após a aprovação do projeto por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, somente houve a liberação de recursos na segunda quinzena de janeiro de 2018, através de convênio com a Caixa Econômica Federal, devido ao atraso na liberação dos recursos o CIOP teve que realizar novamente a cotação dos equipamentos e móveis que serão utilizados para dar sustentação administrativa no projeto SUASA. “Após deliberação em Assembleia Geral Extraordinária dos entes consorciados foi aprovado o valor de contrapartida do CIOP em relação ao valor do recurso liberado, cabendo agora providências no sentido da realização da licitação para aquisição dos equipamentos e veículos”, enfatizou. 

Ainda segundo Vreche, os entes consórcios que fizeram adesão à implantação do SUASA por meio do CIOP, foram dentro outros os municípios Álvares Machado, Caiabú, Euclides da Cunha, Florida Paulista, Flora Rica, João Ramalho, Martinópolis, Mirante do Paranapanema, Narandiba, Presidente Bernardes, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Rancharia, Regente Feijó, Ouro Verde, Rosana, Santo Anastácio, Santo Expedito, Taciba e Teodoro Sampaio.

“No município de Presidente Epitácio há grande expectativa em torno do desfecho dessa questão, visto que ela pode agilizar a manufatura de produtos dos pequenos produtores rurais, alavancando assim esse setor econômico”, concluiu Vreche.




 
   
   
   
   

 

 
   
 

 

 
   
   
   
   
   
   
   

 

Atualizado: 19/07/2018 às 15h00