Executivo e Legislativo se reúnem para tratar de assuntos referentes ao município

 

 

Na manhã de quarta-feira, dia 5, no gabinete da prefeita Cássia Furlan, foi realizada uma reunião entre o executivo e o legislativo onde foram tratados diversos assuntos relativos à administração pública municipal.

Na ocasião estiveram presente além da chefe do executivo, o vice-prefeito José Carlos Botelho Tedesco, os vereadores Marlan de Melo, Hevair Luiz, Brasilina Olegário Massoco, Rubens Cestari de Campos, Tatiane Gomes Colares Moisés Sebastião da Silva, Marcos da Silva Florêncio, Adenilton Ferreira da Silva e Israel Leôncio dos Santos.

Entre os assuntos pautados estavam a Saúde Pública Municipal, funcionamento da Santa Casa, cumprimento de horário dos profissionais nos Estratégias de Saúde da Família – ESF’s, continuidade do Programa Mais Médicos, transporte de pacientes, construção do Centro de Hemodiálise, retomada da construção da UPA e Esgoto do Distrito do Campinal.

Relacionado à educação foram tratados assuntos relacionados à reforma das escolas municipais, em especial para atender um Termo de Ajustamento de Conduta, firmado entre a prefeitura e o Ministério Público Estadual, para atender a vários problemas existentes. 

Foi esclarecido pela prefeita a razão dos alunos da Educação de Jovens e Adultos – EJA estarem sendo remanejados de forma definitiva no ano de 2019 para a Escola Waldir Romeo da Silveira, bem como a construção de sede própria para a Secretaria Municipal de Educação, a construção de uma nova escola municipal e a retomada e finalização da Creche no Jardim dos Pioneiros.

Sobre a notícia de retomada do funcionamento do Frigorífico JBS, a chefe do executivo explicou em que fase anda os procedimentos jurídicos que já foram tomados, sendo que atualmente a JBS ainda esta com prazo para manifestar-se em notificação judicial já feito pela municipalidade.

A prefeita informou que já houve uma notificação extrajudicial que a JBS não manifestou o que obrigou a prefeitura a entrar com a Notificação Judicial, e que caso a empresa continue a não manifestar-se será proposta uma ação judicial para a retomada da área.

Cássia ressaltou que, se isso ocorrer, a prefeitura oferecerá mediante procedimento legal a planta do frigorífico a outros interessados, e adiantou que já foi procurada por empresários do ramo de frigoríficos.

A prefeita também informou que solicitou ao setor Jurídico a possibilidade de acionar judicialmente a Concessionária Auto Raposo Tavares – CART sobre as obras que deveriam ter sido iniciadas no trecho urbano da Raposo Tavares (trevos,  dispositivos de acesso, etc...), e que esta agendando na Secretaria de Transportes do Estado e ARTESP para tratar do assunto.
Todos os questionamentos feitos pelos vereadores foram devidamente esclarecidos pela prefeita Cássia e pelo seu vice Tedesco.

Ao final os presentes constataram que o Legislativo e o Executivo estão trabalhando conjuntamente para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, bem como para conseguir juntos o envio de verbas para as obras prioritárias na cidade.





 

 


 


 
   
   
   

 

 

 

 
   
   
   
   
   
   
   

 

Atualizado: 06/12/2018 às 11h30