Cidade Hotelaria Gastronomia Diversão Comércio Saúde Classificados Tel. Úteis

 
Começam campanhas de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes  

O CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social – trará palestrantes nas escolas do município para capacitar os professores a identificar a violência sexual realizada contra crianças e adolescentes, a postura a ser adotada e os encaminhamentos legais para os órgãos especializados.

Além disso, a Comissão Telefônica, formada por membros do Conselho Tutelar, da Secretaria de Saúde e do CREAS, serão qualificados por serem os agentes que trabalham diretamente com o segmento criança e adolescente e desenvolver uma política de prevenção e enfrentamento do fenômeno a fim de fortalecer a rede.

Em seguida levar o que foi aprendido aos profissionais que compõem o CMDCA (Conselho Municipal do Direito das Crianças e Adolescentes), profissionais da área da educação, saúde, polícia militar e civil, do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e demais projetos sociais.

Em mensagem sobre o "18 de maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes" o CRAS informou que “essa campanha visa lembrar toda a sociedade do cuidado e de sua responsabilidade em garantir o direito de crianças e adolescentes, para que cresçam de forma saudável e protegida e reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual”.




A ação realizada na semana da data que marca o ocorrido com a menina Araceli Cabrera Sanches, 8 anos, sequestrada, violentada e assassinada no Espírito Santo em 1973. "Apesar da sociedade ter acompanhado o caso, ninguém foi capaz de denunciar e seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos.  O silêncio de muitos causou a impunidade dos agressores".

Onde denunciar:

Disque 100 – Basta discar o número 100. A ligação é gratuita, o serviço funciona 24 horas por dia e a identidade de quem denuncia é preservada.
Conselho Tutelar – 3281-1833
Delegacia da Mulher – 3251-1421

De acordo com dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, o Brasil registra média de 87 denúncias por dia. O índice é 15% menor do que o registrado no ano passado. Porém, o número de denúncias registradas pode esconder uma realidade pior, já que muitas vítimas não denunciam seus agressores.

A CART é signatária desde 2009 do Pacto Empresarial de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes do Programa na Mão Certa e, como parte das ações do 18 de Maio, a Concessionária vai participar mais uma vez da campanha de conscientização “Faça Bonito”.

Folhetos explicativos serão distribuídos nas nove praças de pedágios administradas pela CART ao longo da Raposo Tavares. O material vai orientar os usuários da rodovia e a população a identificar esse tipo de violência contra a criança e adolescente e como denunciar esse crime. Dez outdoors com o mesmo objetivo serão dispostos de Bauru, a Presidente Venceslau.

 

atualizado:16/05/2014 às 11h57