Cidade Hotelaria Gastronomia Diversão Comércio Saúde Classificados Tel. Úteis

 
Estiagem e baixa umidade do ar elevam risco de incêndio  

 

CART desenvolve campanha de conscientização que visa a redução de fogo às margens das rodovias

A umidade relativa do ar no Estado de São Paulo tem estado baixa, com índices mínimos oscilando entre 20% e 35% no período da tarde. Os indicadores da Operação Corta Fogo demonstram um cenário crítico no Estado. O número de focos de queimadas e incêndios florestais detectados por satélite entre janeiro e 04 de agosto deste ano foi 113% que no mesmo período do ano passado. Aumento similar ocorreu com as ocorrências atendidas pelo Corpo de Bombeiros, que no 1º semestre de 2014 atendeu 127% mais chamados que no mesmo período do ano passado. E os prognósticos climáticos apontam pela frente um período com baixo volume de chuvas.

A combinação de estiagem, umidade do ar baixa e vegetação seca aumenta muito o risco de fogo. Os meses de agosto e setembro são considerados os mais críticos para risco de queimadas e incêndios florestais. Por isso, a CART está reforçando a Operação Corta Fogo, uma campanha de conscientização lançada pela ARTESP - Agência Reguladora dos Transportes do Estado de São Paulo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Estadual, entre outros órgãos públicos.  

O objetivo da campanha, iniciada em junho e que segue até o final de outubro, visa a redução de incêndio às margens das rodovias. Durante toda a Operação Corta Fogo, dois caminhões-pipa da CART estão estrategicamente alocados em trechos da rodovia com maior incidência de focos de incêndio. A Concessionária já distribuiu 5 mil folhetos educativos nas praças de pedágios na região de Presidente Prudente e Assis, trechos de alta incidência de focos de incêndio, e mantém a exibição da mensagem “Incêndio na rodovia? Ligue 0800 773 00 90 // Evite incêndios. Não jogue bituca de cigarro na rodovia” nos PMVs - Paineis de Mensagens Variáveis utilizados ao longo do trecho.
Aos motoristas, a orientação é evitar atirar bitucas de cigarros e fósforos acesos às margens das rodovias. Outra orientação da Operação Corta Fogo à toda a população é não soltar balões, evitar acender fogueiras perto de matas e em dias de vento e de atear fogo ao lixo e outros detritos próximo da rodovia.

Prejuízos e riscos
Além do prejuízo ao meio ambiente, nas rodovias as queimadas também podem comprometer a segurança do motorista, já que a fumaça reduz a visibilidade, o que pode levar a acidentes, principalmente colisões traseiras. No caso do motorista se deparar com alguma queimada na rodovia, além de avisar os órgãos competentes, ele pode tomar algumas precauções para prevenir acidentes: fechar o vidro do veículo; manter distância segura do veículo da frente; trafegar com farol baixo aceso; não ligar o pisca alerta com o veículo em movimento; e não parar na faixa de rolamento.




   

 

Atualizado: 11/08/2014 às 11h30