Cidade Hotelaria Gastronomia Diversão Comércio Saúde Classificados Tel. Úteis

 
Empresários discutem participação mais ativa em prol da sustentabilidade  

Os ecos-cidadãos do projeto cidade Epitácio Verde discutiram atitudes ecológicas que podem ser feitas com os comerciantes e empresários locais. Entre eles a destinação adequada do óleo de cozinha usado. Uma reunião será agendada para debater a logística e formas de aproveitamento.

O presidente da AESTUR,  Associação de Hotéis e Ranchos, Paulo Martins da Pousada Cururu e André Luis Castro da pousada Mãe D'Água, disseram incentivar a adesão ao conceito determinado pela Organização Mundial de Saúde - OMS do processo de separação e identificação seletiva de origem, dessa forma as pousadas seriam as primeiras na cidade a cumprir essa determinação.

A Coleta Seletiva recolheria a reciclagem separada de acordo com as cores.  Um selo ambiental foi proposto que seria usado para identificar estabelecimento ou pessoa que estiver em eco-atitude permanente, um certificado de responsabilidade ambiental.




Um modelo de cartaz autocolante, também poderia ser distribuído principalmente aos estabelecimentos comerciais e órgãos públicos, com instruções de atitudes ecologicamente corretas como: Uso racional de água, energia elétrica, descartes de materiais em recipientes corretamente adequados, minimização dos descartes orgânicos, uso coletivo de maquinas, limpeza higiênica sem lavagens de calçadas, acessibilidade e calçadas com absorção de águas pluviais, entre outras ações.

Pesca Predatória

O grupo debateu também na reunião realizada ontem (06/05) no CEA a impotência da Policia Militar Ambiental na fiscalização da pesca. Além do contingente de policiais ser baixo, ela não esta aparelhada adequadamente. Alem disto ha conflitos de jurisdição e competência entre estados federativos e a união. O município não pode atuar diretamente na questão do recurso natural, mas por competência atribuída na Constituição Brasileira de 1988, podendo legislar através da proteção ambiental.

Portanto o COMDEMA – órgão que ainda espera aprovação de renovação da diretoria pelo jurídico da prefeitura – a Câmara de Vereadores e entidades podem ajudar a melhorar este mal e ainda na articulação com os outros municípios no entorno do Reservatório da Usina Hidroelétrica "Engenheiro Sergio Mota".

 

atualizado:07/05/2014 às 12h23