Cidade Hotelaria Gastronomia Diversão Comércio Saúde Classificados Tel. Úteis

 

JBS não fechará frigorífico de Epitácio

 

A empresa JBS Carnes não tem interesse em suspender as operações na planta frigorífica de Presidente Epitácio”. O “Picucha” (PSB), ouviu essa afirmação do presidente da Divisão de Carnes Bovinas da JBS, Renato Costa, dia 29na sede da companhia, na capital do Estado. 

A conversa entre Costa e “Picucha”, além da garantia de manter da planta epitaciana em atividade, desmente rumores de que possa haver demissões ou redução no quadro de 830 funcionários da empresa.
O presidente da JBS e o prefeito conversaram sobre economia, tendências de mercado e sobre a importância da unidade epitaciana da JBS e explicou os motivos das férias coletivas e do retorno ás atividades.

 




“Aproveitamos o momento de baixa oferta de matéria-prima no mercado e concedemos férias coletivas de 30 dias para nossos colaboradores e realizar a manutenção de rotina nos equipamentos”- esclarece Costa. “A planta de Presidente Epitácio faz parte da estratégia da JBS tanto para o mercado interno quanto para o externo e voltará a operar após o término do período dessas férias, quando acreditamos que a oferta de animais voltará a subir”- garantiu Costa.

O homem da JBS explicou ao prefeito que o frigorífico de Presidente Epitácio tem habilitação para comercializar seus produtos para todo o Brasil e também para alguns dos mais importantes mercados do exterior. A unidade opera com capacidade para desossar cerca de 8 mil peças por dia e é uma das quatros unidades da JBS instaladas no Estado de São Paulo juntamente com Lins, Barretos e Andradina.

 

 
   

 

Atualizado: 01/08/2014 às 11h00